TEQUILA, ESTA A PROCURA DE UM LAR!!!

Doa-se uma lnda PITBULL femea  com 8  anos. Somente  para pessoas que gostem e entendam  a raça.

Informaçoes com Dra. Karol Massaro  F: 3914.4373.

beijocas

FEIRA DO CãoPaixãO neste sábado dia 28/08/10

Prestigiem nosso evento

POODLE MACHO DESAPARECIDO EM RIB. PRETO

ENCONTRADO   EBAAAAA

CONDENADO POR MAUS TRATOS NO EUA

Ter, 24 Ago, 07h42

WASHINGTON (AFP) – O comitê de condicional do Alabama (sul dos Estados Unidos) recusou nesta terça-feira a liberdade condicional de Juan Daniels, de 26 anos, condenado a nove anos de prisão em 2007 por ter queimado e batido em Louis Vuitton, um pitbull de 7 anos, informou o comitê.

Segundo a imprensa local, que publica várias fotos do animal, hoje totalmente recuperado, o cão compareceu à audiência como testemunha.

Juan Daniels poderá fazer um novo pedido de liberdade condicional em julho de 2012, indicou o comitê.

 

Ele foi condenado por ter agredido seu cachorro com uma pá e depois jogado álcool e ateado fogo ao animal. Com 60% do corpo queimado, Louis Vuitton levou meses para se recuperar.

                                                                                                ebaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

PARA NÓS, OS ELEITORES PENSAREM ANTES DE VOTAR!!!

muito inteligente esses bichos

Projeto de Lei obriga fabricantes informarem no rótulo se os produtos foram testados em animais

O Projeto de Lei 479/2009, de autoria do deputado estadual Feliciano Filho,  determina que na comercialização de qualquer produto que contenha componentes de origem animal, ou que tenha sido elaborado através de método que utilize o uso de animais, o consumidor seja informado destas circunstâncias.

É dever do Estado promover a educação e informação dos consumidores, quanto aos seus direitos e deveres, com vistas à melhoria das relações de consumo.

É direito do consumidor, quando da oferta de produtos, receber informações corretas, claras, precisas e ostensivas sobre as características de tais produtos, dentre elas a origem e o método de produção.

A rotulagem dos  produtos não alimentares deve igualmente mencionar informações específicas para garantir a segurança da sua utilização e permitir que o consumidor conheça todas as características do produto que está adquirindo, dentre elas a origem e método de produção.

O objetivo de tal lei é garantir informação completa sobre os produtos e seus componentes, bem como sobre os métodos de produção de tais produtos e componentes. Esta transparência atende aos princípios da informação e da dignidade da pessoa humana garantidos na Constituição da República.
Leia mais sobre esta iniciativa do deputado estadual Feliciano Filho, clique aqui

Conheça outros Projetos de Lei e iniciativas de Feliciano Filho, clique aqui

beijocas.                                                                                                                                                                                           🙂

SP suspende vacinação contra raiva após morte de ao menos dez animais

A Secretaria de Saúde de São Paulo anunciou nesta quinta-feira (19) a suspensão imediata e por período indeterminado da campanha de vacinação gratuita de gatos e cães contra a raiva. Segundo o governo do Estado, a decisão foi tomada “por precaução”.  Nesta semana, foi confirmada a morte de um gato em Guarulhos (Grande São Paulo) por conta da medicação. Ao menos outras nove mortes suspeitas, anunciadas desde segunda-feira (16), estão sendo investigadas.

Desde que a campanha foi intensificada no Estado, em julho, os relatos de reações adversas têm crescido de forma incomum. Entre os principais sintomas apresentados pelos bichos imunizados, estão apatia, falta de apetite, dores pelo corpo, convulsões e choques anafiláticos. De acordo com a Secretária-Adjunta da Saúde, Clélia Aranda, neste ano o governo trocou a medicação aplicada.

– No setor público, é a primeira vez que [esta nova vacina] é utilizada. Mas este produto é bastante purificado e moderno, feito a partir do cultivo celular. É também o mais recomendado pelos veterinários.

 Os principais casos de complicações por conta da vacina se concentram na capital e em Guarulhos. Outras quatro mortes foram notificadas no interior paulista. Os gatos e os cães de pequeno porte (até 6,5 kg) têm se mostrado mais vulneráveis.

– Foram cerca de 120 mil animais vacinados, em dois dias. Houve 567 reações incomuns, das quais 40% foram consideradas graves.

Previous Older Entries